Logo Alume
EntrarSimule

5 dicas para conciliar estudos para prova de residência e o internato de medicina

Dicas para conciliar estudos para prova de residência e o internato de medicina

Conciliar a pesada rotina de estudos para a prova de residência médica com o internato de medicina é de fato desafiador.

O internato de medicina é um estágio não-remunerado e prático, onde o aluno de medicina tem a oportunidade de viver o dia a dia do médico, colocando a mão na massa. O internato prepara o aluno de medicina para a vida profissional e, por isso, é considerado por muitos como o momento mais importante da sua faculdade. É um período de muito aprendizado, que acontece geralmente nos 2 últimos anos do curso.

Porém, é justamente nesse período tão intenso que os estudantes precisam se preparar para a disputadíssima prova de residência médica. Como dar conta dos dois? Listamos aqui 5 dicas para que você possa tirar o máximo proveito do internato e manter seus estudos em dia!

1. Proatividade e Internato em Medicina: Como funciona

A melhor forma de aprender Medicina é em frente aos pacientes, aplicando o que se estudou na teoria. É o internato que fará toda a diferença na hora da prova de residência médica, além de fazer você ser um médico melhor quando se formar.

Assim, a primeira dica é ser proativo. Sempre que possível, tome a iniciativa. Um bom internato não depende somente de hospital e de pacientes - a sua atitude faz a diferença. Alguns exemplos do que você pode fazer:

  • Estude, anote suas perguntas e tire as suas dúvidas. Acredite, você irá esquecer das suas dúvidas no dia seguinte se não anotá-las.
  • Quando estiver diante de um paciente com o quadro clínico estudado, faça associações entre seus sinais e sintomas e o exame físico.
  • Se possível, ofereça ajuda e esteja disponível para realizar procedimentos. Não tenha medo de perguntar se pode intubar, fazer uma paracentese ou pegar um acesso. Peça com educação.

Lembre-se que os seus preceptores e residentes já estiveram no seu lugar. Eles sabem que você quer aprender, mas ajudarão aqueles que demonstrarem mais interesse.

Esteja presente e não fique se culpando e sofrendo pelas vídeo-aulas atrasadas dos cursinhos.

2. Conecte os conceitos teóricos da prova com o internato

Um bom internato pode tornar o seu estudo teórico para provas de residência muito mais fácil! Enquanto estiver na prática, faça associações com os seus estudos da residência. Por exemplo, se force a lembrar os valores de referência dos exames laboratoriais quando estiver diante de diferentes quadros clínicos. Crie conexões neurais que sejam difíceis de serem esquecidas, afinal, quem nunca estudou com o cursinho da Medway e usou os mnemônicos que simplificam a vida? Vai falar que você não se lembra dos 4 F’s que representam os fatores de risco da colecistite, não é?

3. Determine horários para cada atividade e seja produtivo

Um bom cronograma de estudos respeita o tempo dentro da faculdade, as aulas do cursinho, e as atividades de lazer com família e amigos. Se você determinou que vai estudar 3 horas por dia para a prova de residência, deixe o seu celular longe da sua vista, sente e estude.

Existe uma variedade de técnicas de estudo com o objetivo de aumentar o seu tempo produtivo. Escolha uma e teste. Se não funcionar, troque de método. Nem todos se adaptam à mesma forma de estudo, mas geralmente a parte mais difícil é não ficar enrolando e começar.

Importante! Separar o seu dia em caixinhas para cada atividade é essencial para a sua saúde mental. Não se esqueça de que o exercício físico e os seus hobbies também devem ter o seu horário VIP. Pode parecer impossível colocar ainda mais uma coisa para fazer na rotina de um interno, no entanto, a atividade física ajuda a equilibrar o sono e adiciona pausas entre as horas massantes de estudos, dando um alívio para a mente e para o corpo.

Como médicos, incentivamos a prática de exercício físico para todos! Não deveria ser diferente para nós também, certo?

4. Faça questões e flashcards nos intervalos longos entre aulas e discussões clínicas

Quem nunca pegou um interno de medicina em seu celular resolvendo questões ou flashcards entre os longos intervalos entre aulas e discussões clínicas de departamento?

Todo aluno de medicina sabe que existem estágios mais corridos e outros menos agitados. Há alguns em que até parar para respirar é difícil, como o famoso PS da cirurgia, onde você presencia suturas na cabeça de tirar o fôlego e algumas das histórias mais vívidas da medicina. Em outros rodízios, não é raro ver o aluno aguardando longos intervalos entre discussões clínicas, ou até o comparecimento do paciente ao consultório.

Nesse momento de ócio, use os bancos de questões, também chamados de Qbanks, disponíveis nos aplicativos de cursinhos como a Medway para adquirir mais bagagem de conhecimento. O tempo de espera pelo professor, que também é médico e tem uma rotina agitada, também é uma oportunidade para otimizar o nosso tempo. Fazer questões e aprender com os comentários é uma forma efetiva de estudo.

5. Fuja de distrações e evite preocupações financeiras

Você sabia que mais de 75% dos estudantes e suas famílias passam por dificuldades financeiras para se manter na faculdade de Medicina?

O curso de Medicina, além de ser um dos mais custosos - com uma mensalidade média de R$ 9.000 no Brasil - é conhecido por sua longa duração de 6 anos. Para dificultar mais ainda, o período do internato não é remunerado, diferentemente dos estágios de outros cursos, aumentando o desafio para a família conseguir manter o seu filho ou sua filha nos seus estudos.

A última dica é que, se for essa a sua situação, você não precisa passar por isso. As soluções financeiras da Alume podem te ajudar a manter a cabeça onde é mais importante - no internato e nos estudos para a prova de residência médica. Nós acreditamos que a realidade financeira das famílias não deve ser uma barreira para a formação de futuros médicos.

As opções da Alume para Internos são:

Alume Internato - Financiamento estudantil. Reduza suas mensalidades em até 80%, podendo pagar em até 5 anos depois da formatura.

Alume Mesada - Empréstimo mensal. Ficou difícil lidar com as despesas do dia-a-dia? A mesada oferece até R$1.600 todo mês na sua conta, até a formatura. Pague apenas quando estiver formado.

Financiamento dos Extensivos Medway - Para quem está se preparando para a residência, pague apenas R$ 299/mês durante o curso e o restante após a conclusão.

Linha de crédito - Usando um imóvel como garantia, você recebe crédito para usar onde mais precisar: mensalidades, custo de vida, ou outras coisas.

Alguma dessas soluções faz sentido para você neste momento? Se sim, é só entrar em contato em alume.com.

Esperamos que tenha gostado das dicas. Conte com a gente!

botão de ajuda whatsapp